Blog

Saiba tudo sobre a veia safena!!

Todo mundo tem dúvida sobre a veia safena. Dr. Felipe Coelho explica em detalhes todas as características da veia safena nesse post!
Todo mundo tem dúvida sobre a veia safena. Dr. Felipe Coelho explica em detalhes todas as características da veia safena nesse post!

Muita gente que procura o Vascular já vai com medo de ter "algum problema" na veia safena. Na família alguém já teve que tirar a safena, a impressão que se tem é que existe uma má circulação, e o médico ainda fala que vai ter que tirar uma importante veia da pessoa. Não tem como não ficar com receio, não. é?

Pois bem...se você é uma dessas pessoas que tem medo da safena, acho que esse texto vai ser para você.

Antes de entrarmos na descrição da safena em si, quero trazer uma informação muito importante: o sistema venoso é dividido em superficial e profundo. O sistema superficial é constituído por todas as veias que ficam logo abaixo da pele, e as veias do sistema venoso profundo são as veias que ficam mais fundas, protegidas pelos músculos e próximas aos ossos do nosso corpo. 85% do retorno venoso acontece pelo sistema venoso profundo, e somente 15% do sangue retorna ao coração pelo sistema venoso superficial.

Agora vamos à veia safena. Ela é uma veia do sistema venoso superficial localizada na nossa extremidade inferior (já viu que ela tá longe do coração né..) - ela começa com a reunião de veias do dorso do nosso pé, que se unem para formar uma veia única (a safena) que se dirige em direção à nossa virilha, percorrendo um trajeto pela parte de dentro do tornozelo, perna e coxa, até chegar na virilha, local em que se comunica com uma veia maior, chamada veia femoral. A veia safena é a principal veia do sistema venoso superficial, e temos 2 safenas em cada extremidade inferior (isso mesmo que você leu, temos duas em cada membro!!!). A veia safena magna e a veia safena parva, a primeira é essa que descrevi agora mesmo, que tem seu trajeto pela parte de dentro da perna e da coxa, e a safena parva fica na parte de trás da panturrilha.

A veia safena recebe fluxo de sangue das demais veias do sistema venoso superficial do membro inferior e direciona esse sangue para o sistema venoso profundo, para a veia femoral. Ou seja, ela tem como função básica promover o retorno venoso do sistema venoso superficial dos membros inferiores.

Mas o que ela tem a ver com o coração então? De onde vem essa fama?

Aqui é importante explicar um detalhe técnico para vocês: quando uma pessoa tem um problema circulatório nas ARTÉRIAS, como uma obstrução arterial por exemplo, a veia safena é um excelente substituto para o Cirurgião Vascular e também o Cirurgião Cardíaco usarem como "ponte" para contornar a obstrução. Dessa forma, quando uma pessoa tem uma obstrução nas coronárias (que são as artérias que nutrem o coração, e quando obstruídas podem causar o infarto), a safena pode ser utilizada para fazer a famosa "ponte de safena". É dai que veia. fama da safena e sua relação com o coração. Vale lembrar que a safena pode ser utilizada como ponte em praticamente todo o território arterial do nosso corpo, e não somente nas coronárias.

Tá...entendi....mas agora o que a safena tem a ver com varizes? Porque precisa "tirar"?

Vamos lá. A safena, como eu expliquei, atua no retorno venoso. Para que o sangue retorne, os músculos precisam contrair para jogar o sangue em direção ao coração. Para que o sangue não retorne devido à ação da gravidade, as veias possuem válvulas que se fecham para impedir o refluxo venoso.

Quando a pessoa tem uma tendência genética para desenvolver varizes, as válvulas se danificam, passam a não funcionar adequadamente e permitem que o sangue reflua de volta para as veias das extremidades inferiores, aumentando a pressão e promovendo a dilatação dessas veias, transformando-as em veias varicosas (dilatadas e tortuosas). E assim se formam as varizes.

E o tratamento, quando a causa das varizes tem relação com a safena, passa pelo tratamento da safena. Esse tratamento pode ser com espuma (para saber mais sobre espuma clique aqui https://tinyurl.com/nj65sw34), laser (https://tinyurl.com/2maua728) ou radiofrequência (saiba mais: https://tinyurl.com/38edma5y).

Ao ler sobre as várias técnicas, você vai perceber que o tratamento atualmente é minimamente invasivo, com recuperação rápida e com excelentes resultados.

Espero que vocês tenham gostado, se ficou alguma dúvida, por favor escreva para mim, vou ter o maior prazer em responder. Compartilhe esse post com pessoas que você conhece e tem problemas com varizes.