Códigos Google Analytics Varizes Londrina - Varizes PR - Dr Felipe Coelho - Cuide da Saúde

Cuide da Saúde

Doença Arterial Obstritiva Periférica


1. O que é a DAOP?
2. Por que ocorre a DAOP?
3. Quais os sintomas apresentados pelo portador de DAOP?
4. Como é feito o diagnóstico da DAOP?
5. Qual o tratamento da DAOP?

 
O que é a DAOP?
 
As artérias que conduzem o sangue rico em oxigênio para os braços e pernas podem sofrer doenças que causam diminuição do fluxo sangüíneo para estas regiões.
As artérias sem doença não apresentam restrição ao fluxo sangüíneo e fornecem suprimento adequado de oxigênio e nutrientes para pernas e braços.
Quando as artérias dos membros sofrem o processo de Aterosclerose, que pode ser definido como doença crônica e inflamatória da parede das artérias, com formação de placas de gordura que gradativamente causam obstrução ao fluxo sangüíneo, gradativamente ocorre restrição ao fluxo, diminuindo o fornecimento de oxigênio e nutrientes aos tecidos.
Por que ocorre a DAOP?
 
 
Fatores de risco como idade avançada, sexo masculino, hipertensão arterial, tabagismo, diabetes, níveis sangüíneos elevados de colesterol, sedentarismo, obesidade e história familiar de doença arterial periférica favorecem o desenvolvimento do processo aterosclerótico.
Quais os sintomas apresentados pelo portador de DAOP?
 
Nas fases iniciais da doença, podem não haver manifestações clínicas; com a progressão da doença podem surgir dores nas pernas durante a realização de caminhadas ou subir escadas, e o avanço mais grave pode causar dores mesmo em repouso principalmente à noite e impede a cicatrização de feridas nos pés. Nesta fase avançada da doença há risco de perda do membro.
Como é feito o diagnóstico da DAOP?
 
Habitualmente é feito através da história clínica e um exame físico minucioso realizado por um Cirurgião Vascular. De acordo com a suspeita clínica, uma série de exames podem ser solicitados, entre eles o EcocolorDoppler arterial, a angiotomografia ou angiorressonância ou a angiografia por subtração digital, esses últimos com a finalidade de programação cirúrgica.
 
Qual o tratamento da DAOP?
 
Pacientes com idade acima de 60 anos, com fatores de risco identificados ou sintomas característicos de doença arterial periférica, devem ser avaliados por um Cirurgião Vascular. O diagnóstico e a severidade da doença podem ser determinados e devem ser rigorosamente acompanhados e tratados.
De acordo com a severidade da doença o tratamento pode ser realizado através de mudança nos hábitos de vida, medicamentos, e nos casos mais graves pode ser necessária uma intervenção cirúrgica, seja ela por via endovascular ou através de cirurgia convencional, dependente de cada caso.
O Cirurgião Vascular é o especialista indicado para acompanhar e tratar os casos de doença arterial periférica.

 

Voltar

Cadastre-se e receba nossa newsletter